domingo, 11 de março de 2012

Contribuição da auditoria para o desenvolvimento social e econômico

A auditoria possui um papel fundamental em relação à validação das informações contidas nas demonstrações contábeis, e consequentemente, atribuir ao objeto de auditoria maior transparência em relação aos métodos e procedimentos utilizados para a compilação das informações contábeis nas demonstrações. A auditoria independente também deverá constatar se as demonstrações contábeis foram elaboradas com observância das práticas contábeis em vigor no Brasil.
É perceptível que as entidades inseridas na sociedade, são responsáveis por colaborar com o desenvolvimento econômico e social no país, afinal proporcionam altos investimentos, geração de empregos, implementação de projetos sociais, dentre outros. A auditoria dispõe aos diversos usuários das informações contábeis, tais como investidores, acionistas, consumidores, colaboradores, ao governo e aos órgãos reguladores, se as demonstrações financeiras expressam a verdadeira situação patrimonial da entidade auditada. É perceptível a importância do papel da auditoria no contexto econômico social, através da sua utilidade para prevenir fraudes contábeis ou constatá-las, se for o caso,  ou ainda divulgar o risco de continuidade da organização.
Infelizmente, também é notória a contribuição da auditoria na sociedade, quando se constata as consequências negativas geradas por uma grande firma de auditoria que não cumpriu o sua devida função. É possível exemplificar tal afirmação, através de um dos maiores escândalos corporativos dos últimos tempos, onde a Arthur Andersen, não divulgou nos seus pareceres o risco de continuidade, assim como as inúmeras fraudes que sustentavam lucros absurdamente altos e fictícios. E o resultado foi catastrófico, onde os 4 mil colaboradores que participavam do fundo de pensão da Enron perderam, junto com o emprego, a economia acumulada em anos de trabalho. Um exemplo que causa revolta, é a do colaborador Charles Prestwood, que perdeu US$ 1,3 milhão no fundo de pensão da Enron, após 33 anos de trabalho em várias empresas do setor de energia, e assim como outros colaboradores recebia incentivos dos executivos da Enron para depositar no fundo de pensão. Além dos colaboradores, investidores, acionistas, e os próprios clientes da Enron, sofreram as consequências de uma empresa comandada por executivos antiéticos, que tiveram tempo de levantar US$ 1,1 bilhão antes que o escândalo se tornasse público.
A auditoria, que cumpre corretamente os seus deveres e funções, visa à transparência da situação financeira da entidade, e se não houver distorções relevantes, colaborará para garantir aos usuários que as informações evidenciadas estão validadas e regularizadas. Uma das vantagens da auditoria é proporcionar às contas que foram analisadas um maior grau de confiabilidade, assim como, também é possível transmitir aos investidores e acionistas essa garantia, quando a auditoria não constata irregularidades na entidade, aliada com as normatizações que objetivam maior rigidez nas auditorias, como a Lei Sarbanes-Oxley. Outra vantagem da auditoria é a possibilidade de revisão de procedimentos e métodos pela administração da entidade auditada, se forem encontradas divergências entre os resultados do auditor e da entidade auditada, caso seja relevante.
O campo de atuação da auditoria no Brasil possui a tendência de ampliação, estimulada pela sua notabilidade no meio econômico e social. Dentre as áreas que auditoria poderá ingressar, é possível destacar;

a) Sociedades de grande porte, independente da sua natureza jurídica, assim como as sociedades controladoras de entidades de grande porte. Pois são organizações que possuem grande poder de influência sob a sociedade, as quais estão inseridas;

b) Sociedade com capital estrangeiro e suas controladas,  independente da sua natureza jurídica, em face a sua importância para o meio econômico-social no Brasil.

c) Divulgações estatísticas e indexadores da economia, em função das suas relevâncias para o país. Através da auditoria seria possível um maior grau de confiabilidade em relação às divulgações estatísticas, onde as fontes de informações também deverão ser auditadas. A auditoria também proporcionará maior garantia sobre os procedimentos e critérios utilizados para o cálculo de índices econômicos, assim maior confiabilidade através da auditoria nas fontes de pesquisas.
É indiscutível a relevância da auditoria para a sociedade brasileira, e atualmente, o país já está na fase de conscientização de tal fato. A auditoria é considerada como essencial para a validação das demonstrações financeiras das sociedades anônimas, e desempenha um importante papel informativo para os diversos usuários. Os próprios "stakeholders", devem compreender a essencialidade da auditoria no setor econômico-social não apenas nas sociedades anônimas, mas em outras áreas relevantes, como já citadas, e que necessitam de um maior grau de confiabilidade.

Por Michele Dias
Referências bibliográficas:
VAINI, Luiz Carlos. A importância social e econômica da Auditoria no país o presente e o futuro. São Paulo: Ibracon,[19--].




CINTRA, Luiz Antônio. BANG-BANG NO TEXAS. Disponível em: <http://www.citadini.com.br/auditoria/istoe020123.htm. Acesso em 10 de nov. de 2011.

Um comentário:

  1. Bom dia,

    Gostaríamos de lhe fazer uma proposta de parceria, caso tenha interesse em conhecê-la pedimos a gentileza de que entre em contato conosco pelo e-mail divulgacao@jurua.com.br e informe o endereço de seu blog/site para lhe encaminharmos a proposta correta.

    Atenciosamente,
    Alex Chagas
    Juruá Editora

    ResponderExcluir